A lenda do Gogó de Sola

A lenda do Gogó de SolaO Gogó de Sola, segundo crença, quase geral, dos acreanos, é um macaco, como qualquer outro, que vive nas matas distantes dos tapiris.

Diz-se que o nome lhe veio de ele possuir o pescoço castanho-vermelho, pelado, semelhante a uma sola.

Destaca-se dos outros seres da sua espécie, por ser muito valente e ofensivo, apesar de seu pequeno tamanho. Ataca qualquer animal, a onça, o burro, e até o homem.

É fama que onde ele firma os dentes jamais os retira, só se lhe cortar a cabeça.

Os caçadores temem-no, visto que não há bala que lhe acerte, por melhor que seja a pontaria. Sua ligeireza impressiona. Pula que nem diabo, quando se sente atacado.

Alguns supõem ser, na verdade, o gogó de sola um cão do mato, atacado de hidrofobia, tanto é assim que só nos meses de fevereiro e março , devido à metamorfose da doença, é que ele é encontrado.
Postagem Anterior Próxima Postagem