Fazenda do Retiro em Mariana Minas Gerais, era conhecida como mal-assombrada. Altas horas da noite arrastavam, pela casa, correntes de ferro pesadas e ouviam-se os lamentos dos escravos torturados pela flagelação que dilacerava os corpos dos escravos.

Um dos últimos moradores do velho solar, Antônio Fernandes Ribeiro do Carmo, foi o único que teve coragem de dormir na Fazenda, a fim de constatar o fenômeno.
Lenda do Tesouro da Fazenda do Retiro Minas Gerais
Fumando tranquilamente, em dado momento, ouviu um grito de alarme. Corajosamente entrou pela casa adentro, no escuro, intimando os que o perturbaram para o devido acerto de contas:

- Venha e diga logo o que deseja, alma de Deus! ...

- Posso sair?

- Sim - respondeu Ribeiro do Carmo. À sua frente, à luz baça do azeite, caiu um braço humano.

Continuou Ribeiro do Carmo:

- Sim, pode cair, mas não à prestação. Venha tudo de uma só vez. Em cada lugar do quarto caiu uma parte de corpo humano, caindo finalmente a cabeça, que lhe falou tranquilamente:

- Procure suavizar a pena dos que padecem no outro mundo, porque se negaram a socorrer os necessitados embora acumulando riqueza. Ajuntaram muito ouro que não puderam carregar.

Nesta fazenda está oculto um grande tesouro, que a ganância dos condenados escondeu.

Em seguida ruflou suas asas luminosas em busca do além.

No outro dia Ribeiro do Carmo espalhou a notícia assanhando a cobiça de populares. Arrombaram o portão dos fundos e alojaram-se na fazenda.

Um gemido forte apontou o lugar exato em que se encontrava centenas de barras de ouro.

Postar Comentário

Os comentários deste blog são todos moderados, ou seja, eles são lidos por nós antes de serem publicados.

Não serão aprovados comentários:

1. Não relacionados ao tema do artigo;
2. Com pedidos de parceria;
3. Com propagandas (spam);
4. Com link para divulgar seu blog;
5. Com palavrões ou ofensas a quem quer que seja.

ATENÇÃO: Comentários com links serão excluídos!

Postagem Anterior Próxima Postagem