Prometeu é descrito como um trapaceiro e herói nas histórias que se relacionam a ele na mitologia grega. Ele também é um dos deuses titãs! Ele é mais conhecido por ser o indivíduo que deu à humanidade o dom do fogo.

Ele fez isso enganando os deuses, e eles ficaram irritados com suas ações. No entanto, há mais nele do que isso. Aqui estão mais informações sobre quem foi Prometeu e as histórias que o incluíram:

Prometeu - Trapaceiro e Herói da Mitologia Grega

A Lenda de Prometeu

Muitos mitos gregos têm várias versões e a lenda de Prometeu não é exceção. O poeta grego Hesíodo é comumente considerado o primeiro autor a introduzir o mito. De acordo com esse relato, Prometeu engana Zeus para aceitar um sacrifício inferior de homens mortais. Este sacrifício estabelece o precedente de que os homens poderiam ficar com a carne dos animais sacrificados e apenas deixar os ossos e a gordura para os deuses.

Zeus fica furioso com as palhaçadas de Prometeu e ele retalia roubando o fogo dos humanos. Implacável, Prometeu recaptura o fogo para a humanidade. Ele faz isso, no entanto, com um grande custo, pois Zeus o pune acorrentando-o a uma rocha, como uma águia o atormenta comendo constantemente seu fígado imortal.

Outras Histórias de Prometeu

Ésquilo, que viveu depois de Hesíodo, conta uma história diferente desse Titã em sua tragédia chamada Prometeu Acorrentado. A história reflete os mesmos temas do original, mas também introduz a ideia de que Prometeu uma vez ajudou Zeus para ser posteriormente traído por ele. Nesta versão, Prometeu não apenas introduz o fogo, mas também auxilia os humanos no desenvolvimento de sua civilização.

O próprio Hesíodo expandiu sua história original. Em uma versão subsequente, os humanos são adicionalmente punidos por Pandora e o conteúdo de seu recipiente. Um épico perdido chamado Titanomaquia também pode incluir informações alternativas sobre Prometeu.

O Que as Histórias Significam

O relato original de Prometeu pode ser interpretado como apresentando a existência do bem e do mal na vida humana. (Prometeu é um trapaceiro e também um herói para a humanidade). Em seu papel de defensor da humanidade, ele era reverenciado pelo povo educado de Atenas. Ele também serve como um símbolo da transição da cultura grega da dependência dos deuses para uma existência mais independente (e talvez preocupante).

William Lynch supõe que o tratamento posterior de Ésquilo ao mito de Prometeu foi fruto da ascensão do secularismo na cultura ateniense e da necessidade de uma mitologia mais sofisticada.

Existem, no entanto, elementos religiosos no relato. A história aborda aspectos da justiça e se Zeus pode ser considerado um deus justo. Ele também descreve um sistema onde forças sobrenaturais influenciam os eventos, mas os mortais ainda precisam lutar contra seu ambiente.

A história de Prometeu foi uma tentativa dos Gregos Antigos de explicar como a humanidade acabou com o fogo. Ele é saudado como um herói pelo povo, mas os deuses tinham uma perspectiva totalmente diferente. Eles não ficaram felizes com o que ele fez e ele foi punido por causa disso.

Postar Comentário

Os comentários deste blog são todos moderados, ou seja, eles são lidos por nós antes de serem publicados.

Não serão aprovados comentários:

1. Não relacionados ao tema do artigo;
2. Com pedidos de parceria;
3. Com propagandas (spam);
4. Com link para divulgar seu blog;
5. Com palavrões ou ofensas a quem quer que seja.

ATENÇÃO: Comentários com links serão excluídos!

Postagem Anterior Próxima Postagem