Ares é o deus grego da guerra. Ele era um dos três filhos dos olímpicos Zeus e Hera, o que o tornava um dos Doze Olimpianos também. Como o deus da guerra, os gregos viam Ares como um deus poderoso que tinha um temperamento explosivo e exibia grande violência.

Zeus até disse a Ares que ele era o deus que mais o odiava. Ares era casado com a deusa grega do amor, Afrodite, e ele tinha muitas conexões com os 12 trabalhos de Hércules e desempenhou um papel em muitos mitos gregos.

3 Fatos Interessantes Sobre Ares, o Deus da Guerra

1. Os Filhos de Ares

O primeiro fato interessante sobre Ares, o deus grego da guerra, descreve os dois grupos de filhos muito diferentes que teve com Afrodite. Ares teria dois filhos que o representariam e o acompanhariam na guerra, enquanto ele teria dois outros filhos que eram completamente opostos e representavam o amor.

Filhos da Guerra

Ares teve dois filhos que o acompanhariam na guerra: Fobos e Deimos. Fobos personificava o medo e Deimos personificava o terror. Ares teria Fobos e Deimos o acompanhando na batalha por causa dos sentimentos que eles trariam sobre o inimigo antes da batalha. Fobos e Deimos também conduziam a carruagem em que seu pai saia as batalhas.

Filhos do Amor

Ares também teve dois filhos no extremo oposto do espectro que representavam o amor: Eros e Harmonia. Eros é o deus grego do amor e representa a paixão e a intimidade. Harmonia é a deusa grega da harmonia e concórdia.

2. Ares Pego em Uma Armadilha

Enquanto Afrodite era casada com Hefesto, o deus grego da metalurgia e ferraria, ela teve um caso com Ares. O deus grego do sol, Hélios, que também era conhecido como o deus “que tudo vê”, viu Ares e Afrodite abraçados, então foi contar a Hefesto.

Hefesto, sendo o deus da metalurgia, constrói uma rede feita de arame dourado que era tão pequena que era virtualmente invisível. Quando chegou a hora certa, Hefesto lançou a rede de arame para pegar os amantes em flagrante. Para aumentar sua vergonha, Hefesto pediu aos deuses e deusas que viessem ver o casal.

Depois de ficarem envergonhados, Hefesto finalmente os deixou ir, então Ares e Afrodite voltaram para suas respectivas cidades.

3. Atenas e Ares

Quando Atena nasceu da cabeça de Zeus, ela nasceu totalmente crescida e vestida com uma armadura pronta para a batalha. Embora ela seja a deusa grega da sabedoria e do conhecimento, ela também é conhecida por seus papéis em várias batalhas, especificamente na Guerra de Tróia.

Atena era frequentemente mais bem-sucedida do que Ares na guerra porque ela usava seu conhecimento e sabedoria para superar seus oponentes, enquanto Ares agia impulsivamente e agressivamente sem premeditação. Isso muitas vezes tornava Ares menos bem-sucedido na guerra, mesmo sendo o deus grego da guerra.

Na Guerra de Tróia, Ares estava do lado de Tróia por causa de Afrodite. Ela teve um filho, Enéias, com o príncipe de Troia Anquises, ficando do lado dos troianos. Afrodite convenceu Ares a ficar do lado dos troianos, embora os olímpicos tenham apoiado os gregos na Guerra de Tróia.

A Guerra de Tróia durou 10 anos até que a batalha de Tróia aconteceu. Odisseu, com a ajuda de Atena, conseguiu conduzir os gregos a Tróia por meio do cavalo de Tróia em que estavam se escondendo. Quando os gregos emergiram do cavalo de Tróia, eles lutaram contra os troianos e venceram.

Com a ajuda de Atena, os gregos foram vitoriosos na Guerra de Tróia, enquanto Ares e os troianos foram derrotados.

Postar Comentário

Os comentários deste blog são todos moderados, ou seja, eles são lidos por nós antes de serem publicados.

Não serão aprovados comentários:

1. Não relacionados ao tema do artigo;
2. Com pedidos de parceria;
3. Com propagandas (spam);
4. Com link para divulgar seu blog;
5. Com palavrões ou ofensas a quem quer que seja.

ATENÇÃO: Comentários com links serão excluídos!

Postagem Anterior Próxima Postagem