Uma das razões para manter a mitologia nórdica viva até os tempos modernos foi por causa dos valores que sobreviveram ao teste do tempo. Este artigo é para mencionar onze mães na mitologia nórdica que sempre demonstraram um grande amor por seus filhos.

Amor Maternal na Mitologia Nórdica: Forte e Terno

Frigg, a Rainha de Asgard

Frigg era a única rainha oficial de Asgard que poderia sentar-se no trono de Odin, o pai de todos. Frigg e Odin tiveram um filho que era o único herdeiro do poder de Odin. Seu nome era Baldur e ele era um deus amado. Todos no cosmos o amavam muito por sua bondade, beleza e jogo limpo.

Mas o que foi escrito no destino de Baldur foi um golpe para os deuses nórdicos. Havia sido profetizado que um dia, Baldur encontraria seu final trágico e a morte de Baldur se tornaria o primeiro sinal de Ragnarok, a Perdição dos Deuses.

Frigg que era a deusa do amor e mãe, temia que um dia ela não pudesse ver seu filho novamente, viajou por todo o mundo para fazer todos prometerem. Ela queria que todas as criaturas do cosmos prometessem nunca fazer mal a seu filho. Finalmente, ela teve suas palavras.

Mas Baldur nunca poderia escapar de seu destino.

No momento mais doloroso da perda, Frigg foi a primeira a abraça-lo e começar a descobrir uma maneira de ajudar seu filho voltar a vida. O governante do submundo disse que se Frigg pudesse pedir a todos no cosmos para lamentar por Baldur, ele voltaria à vida. Mais uma vez, Frigg vagou pelos Nove Mundos pedindo a todos que chorassem por Baldur. Todos eles o fizeram, exceto por um gigante que na verdade era Loki disfarçado se recusou a fazê-lo. Esse se tornou o motivo pelo qual Baldur permaneceu na terra do falecido até que Ragnarok acontecesse.

Sigyn, a Gigante da Fidelidade

Sigyn deve ter sido a personagem mais miserável da mitologia nórdica por todas as coisas que ela passou. Sigyn era uma das esposas de Loki. Embora Loki e Angerboda tivessem alguns filhos "famosos" como Fenrir, Jörmungandr e Hel, Sigyn não era frequentemente mencionada.

Mas Sigyn teve dois filhos com Loki. Seus nomes eram Váli e Nari. Somente com a morte de Baldur essas crianças apareceram no mito nórdico.

Nesse ponto, os deuses nórdicos ficaram com raiva e juraram fazer Loki pagar pelo que fez a Baldur. Thor foi quem conseguiu pegar Loki em um rio. Amarrando Loki a uma rocha, os deuses o torturaram.

Váli, Nari e Sigyn chegaram à caverna onde Loki foi torturado. Vali foi transformado em lobo e forçado a matar seu irmão, Nari. E Loki então foi amarrado à rocha pelas entranhas de seu filho falecido.

Diz a lenda que Sigyn estava lá para observar tudo. A morte de um filho deve ser um trágico final para qualquer mãe no cosmos. Loki, naquela época, estava sofrendo a punição mais terrível quando uma cobra colocada acima de seu rosto gotejava seu veneno. Mas esquecemos de mencionar a dor que Sigyn (e Loki também) teve que enfrentar quando seu filho morreu dessa forma.

Sigyn não era apenas mãe, mas também esposa. Ela não deixou Loki sozinho dentro da caverna. Ela escolheu ficar e cuidar de Loki. Ela entendeu que a dor que Loki suportou não era menor que a dela.

Nove Donzelas, as Gigantes do Amor

As nove donzelas do mar eram a mãe de um deus que vivia em Asgard. Embora nada tenha sido dito sobre essas mães, todos nós sentimos seu amor por seu único filho.

Segundo o mito, quando os pais das donzelas descobriram que estavam grávidas de um deus, seus pais ficaram zangados. Mas para manter seu filho seguro, as donzelas se mudaram de sua casa para criar o filho.

Seu filho era o deus Heimdallr, o Guardião de Asgard. Ele foi criado no oceano. Suas mães o criaram com a umidade do mar, a força da terra e o calor do sol acima. Heimdallr então cresceu como um homem alto e bonito.

Quando sua hora finalmente chegou, ele fez seu caminho para Asgard e assumiu a responsabilidade de guardar Asgard e proteger aqueles que viviam dentro da residência.

Embora as mães não pudessem encontrar seu filho novamente, seu amor por ele era incondicional.

Postar Comentário

Os comentários deste blog são todos moderados, ou seja, eles são lidos por nós antes de serem publicados.

Não serão aprovados comentários:

1. Não relacionados ao tema do artigo;
2. Com pedidos de parceria;
3. Com propagandas (spam);
4. Com link para divulgar seu blog;
5. Com palavrões ou ofensas a quem quer que seja.

ATENÇÃO: Comentários com links serão excluídos!

Postagem Anterior Próxima Postagem