Guerra Entre Os Deuses Aesir e Vanir na Mitologia Nórdica

Os Aesir eram deuses guerreiros que viviam em total separação dos Vanir, os deuses da fertilidade. Os Aesir viviam em Asgard e os Vanir, que existiam muito antes dos primeiros deuses Aesir aparecerem, viviam em Vanaheim.

Eles nem sempre viveram em harmonia. O seu conflito é conhecido na Edda em prosa, “Voluspa”, bem como na Edda de Snorri, “Gylfaginning” e “Skáldskaparmál”.

No poema do décimo século, “Völuspá”, a vidente, Völva, conta como a guerra começou entre as duas tribos.

Guerra Entre Os Deuses Aesir e Vanir na Mitologia Nórdica

Porque os Deuses Aesir Mataram Gullveig?

Inicialmente, os Vanir temiam os Aesir e consideravam-se invadidos por seu domínio, então enviaram para eles, Gullveig ("Poder do Ouro"), que era uma mulher bonita, experiente em magia e associada a ouro e riqueza, mas suas habilidades em feitiçaria não causou nenhuma impressão positiva nos Aesir.

Ela não era particularmente bem-vinda, pois consideravam sua bruxaria perigosa para a sociedade.

Eles torturaram e queimaram Gullveig até a morte três vezes para se livrar dela e, a cada vez que eles fizeram isso, ela saiu do fogo e viveu novamente. Gullveig aparentemente possuía muito mais poder e era superior aos deuses e o ato de matá-la podia simbolizar um confronto entre a morte infligida por um guerreiro e o poder do renascimento.

Os Deuses Vanir Juraram Vingança

Em nosso artigo anterior, escrevemos sobre Hela a filha de Loki a deusa da terra dos mortos, que tinha muito mais poder do que o grande Odin. Uma vez, alguém estava em seu poder, ninguém, nem mesmo Odin, poderia recuperar com sucesso qualquer alma que possuísse.

Quando os Vanir ouviram como Gullveig havia sido tratada pelos Aesir, eles juraram vingança e logo um exército de Vanir apareceu nas muralhas de Asgard, pronto para lutar.

Odin, que estava sentado em seu lugar alto em Valaskjalf, tinha seus modos misteriosos (Hugin e Munin) para obter todas as informações de que precisava, e nada lhe escapava. Ele estava pronto para lutar e a batalha continuou até que os dois exércitos se cansaram do massacre. No final, depois de um longo período de luta, ficou claro que nenhum dos dois lados venceria.

Os deuses Aesir e Vanir entraram em um acordo e trocaram reféns

Eventualmente, os deuses Aesir aceitaram que Gullveig era indestrutível e altamente superior como uma feiticeira e a aceitou em sua sociedade. Os dois lados do conflito discutiram longamente quem era culpado de causar a guerra e, eventualmente, os dois lados juraram viver lado a lado em paz e harmonia novamente e concordaram em trocar reféns como prova de suas boas intenções.

O deus Njord e seus dois filhos, Freya e seu irmão gêmeo Frey tiveram que se mudar para Asgard. Odin enviou seu irmão Hoenir e o sábio deus Mímir para morar entre os Vanir.

Os Aesir nomearam Njord e Freyr como sumos sacerdotes para presidir os sacrifícios, e Freya tornou-se uma sacerdotisa sacrificial e ela começou a ensinar aos Aesir toda a feitiçaria que estava em uso comum em Vanaheim. Odin enviou seu irmão Hoenir, o deus do silêncio, e o sábio deus Mímir para viver entre os Vanir.

Hoenir foi feito chefe quando chegou a Vanaheim, mas de alguma forma, ele não conseguia pensar sozinho e tomar decisões sem ter Mímir ao seu lado. Como ele também era um pobre diplomata, os deuses dos Vanir concluíram que haviam sido enganados na troca de reféns.

Eles decapitaram Mímir e enviaram sua cabeça para os Aesir. Odin usou sua magia para restaurar a cabeça de Mímir à vida. Ele colocou-o em uma fonte conhecida como Mímisbrunnr, ao pé da árvore sagrada, Yggdrasil, e visitava regularmente a fonte para buscar sabedoria de Mímir.

A grande sabedoria de Mímir tornou-se para sempre a sabedoria de Odin.

Nenhum comentário

Os comentários deste blog são todos moderados, ou seja, eles são lidos por nós antes de serem publicados.

Não serão aprovados comentários:

1. Não relacionados ao tema do artigo;
2. Com pedidos de parceria;
3. Com propagandas (spam);
4. Com link para divulgar seu blog;
5. Com palavrões ou ofensas a quem quer que seja.

ATENÇÃO: Comentários com links serão excluídos!